O Programa Ecobairro, ligado ao Instituto Roerich da Paz e Cultura do Brasil, desde 2004 tem a missão de colaborar para que a cidade e o bairro se tornem lugares sustentáveis e pacíficos – um processo de transformação de longo prazo que começa com pequenos passos.

Somado a nossa proposta, o Ecobairro tem atuado para implantar os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS, a Agenda 2030, uma nova agenda urbana. Em específico, o 1º PEDAL ECOBAIRRO, neste domingo, junto a amigos, vizinhos e comerciantes locais, busca apoiar o ODS 11 – Cidade e Comunidades Sustentáveis, que trata de tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis. Essa agenda se desdobrará nos próximos 15 anos e conclama a todos a cuidar da Nossa Casa Comum.

12936564_1064715073574813_4764782239869109882_n

A missão de hoje foi a de encontrar os amigos, passear pelo bairro e aproveitar para olhar com maior atenção e dedicação o que está acontecendo nas nossas ciclovias de Vila Leopoldina. A discussão e implantação das ciclovias data de 2008 e muito já foi discutido nesses 8 anos, segundo Ricardo Pradas, arquiteto e especialista da CET.

12987188_1064713880241599_2858957776832091278_n

A implantação deste modal nas cidades e, em especial em áreas consolidadas, tem gerado várias discussões, mas é um caminho necessário que todas as grandes cidades do mundo estão encarando. Para melhor calibrar nossa percepção e ajudar a nos qualificar para os diálogos, nada melhor do que ver in loco o estado real dos problemas.

A incorporação de transporte não-motorizado nas cidades, tanto pela qualificação das vias para pedestres, bem como a implantação de vias para ciclistas tem sido um vetor importante para o futuro das cidades, inclusive as cidades brasileiras. São adaptações necessárias e paulatinas, mas fundamentais para uma cidade como São Paulo que recebe cerca de 700 veículos novos por dia em suas vias limitadas e faz com que automóveis altamente tecnológicos andem com a mesma velocidade das carruagens do Século XIX. O futuro deve ser desenhado para buscar um equilíbrio, pois a valorização do transporte não motorizado traz vários benefícios para nós – moradores: promove a saúde física e mental de quem usa, aumenta qualidade de vida, modo de transporte que não emite CO2 na atmosfera, reduz a poluição sonora da cidade, reduz a poluição do ar, economiza espaço urbano (1 carro = 6 bicicletas), Bicicletas são mais baratas e sua manutenção é mais econômica, aumenta a autonomia e acessibilidade para jovens, dentre muitos outros benefícios registrados pelos países mais avançados nesse tipo de implementação.

20160410172551

Nesse sentido, preparamos uma Ficha para fazer um inventário da infraestrutura implantada, registrando suas características e condições para cada trecho de via ciclável. Para coletar as percepções e contribuições dos ciclistas, foi preparada uma pesquisa que avalia segurança do percurso, qualidade das vias, qualidade do trajeto no bairro, além de coletar a percepção sobre o que precisa ser melhorado (sinalização, qualidade do pavimento, segurança, interligação e outros). A proposta é que, a partir das questões levantadas e registradas ao longo das vias cicláveis, possam ser cobradas aos órgãos responsáveis as providencias necessárias.

20160410172551b

Para isso, marcamos nossa saída num marco especial que compõe a paisagem do bairro e da cidade – a Praça do Relógio do CEAGESP. Partindo dali, seguimos nosso trajeto ao máximo por ciclovias existentes – da Avenida Gastão Vidigal até Rua Belmonte, depois passamos por praças do Bairro – John Lennon, Maria José Felipe, Praça José Xavier Muniz, Almir Balestero e Nova Lapa, onde finalizamos o passeio. Além do incentivo ao uso das vias para diversos fins, a proposta é dar continuidade a passeios, aos domingos ou noturnos, no bairro, para que possamos usufruir desse benefício, mas também acompanhar as complementações, melhorias e correções necessárias.

O Ecobairro é um programa que tem foco na sustentabilidade urbana e em cultura de paz, isso significa que a escuta é um dos nossos princípios para que todos no bairro possam contribuir e acompanhar a qualificação das ciclovias e vários outros aspectos que são fundamentais para a qualidade de vida aqui.

Por: Lara Freitas – Ecobairro São Paulo