Abayomi é uma boneca negra feita com retalhos de tecidos, sem costura ou cola, moldada com nós. Abayomi, em Iorubá, significa “meu presente” ou “encontro precioso” As bonecas possuem tamanhos que variam 2 cm a 120 cm, e podem ser confeccionadas de diversas formas. O acabamento pode ser feito com reaproveitamento de materiais como fita, miçangas e bijuterias.

Conta-se que as mulheres africanas escravizadas rasgavam a barra das saias para fazerem bonecos ou bonecas, para assim consolarem as crianças durante as penosas viagens nos navios conhecidos como “tumbeiros” ou “negreiros”. As bonecas também serviam de amuletos de proteção.

Fazer a boneca Abayomi e compartilhar a experiência desta arte popular, consiste numa ação de valorização da cultura afro-brasileira e fortalecimento das relações étnico-raciais. Dessa forma, desconstrói-se a cada dia parâmetros eurocentristas, que são tomados como base para as diversas manifestações de racismo e preconceito.

No Brasil, a confecção das bonecas negras feitas com nós como símbolo de resistência e poder, surgiu nos anos 80, com a ativista do Movimento de Mulheres Negras, Lena Martins. Desde então, a criação da artesã, que recebeu o nome de Abayomi, tem se espalhado pelo Brasil.

As bonecas Abayomi são feitas sem costura ou cola, apenas com nós. São confeccionados com sobras de tecido e enfeites como fitas, miçanças, etc.

Veja aqui o passo a passo para fazer sua boneca abayomi

Por: Consuelo Penelu