Voltamos a conversar sobre um dos documentos mais importantes produzidos pela humanidade: A CARTA DA TERRA! Tratando ainda sobre: INTEGRIDADE ECOLÓGICA, abordaremos o sexto postulado da Carta da Terra que diz:

6. Prevenir o dano ao ambiente como o melhor método de proteção ambiental e, quando o conhecimento for limitado, assumir uma postura de precaução.
a. Orientar ações para evitar a possibilidade de sérios ou irreversíveis danos ambientais mesmo quando a informação científica for incompleta ou não conclusiva.
b. Impor o ônus da prova àqueles que afirmarem que a atividade proposta não causará dano significativo e fazer com que os grupos sejam responsabilizados pelo dano ambiental.
c. Garantir que a decisão a ser tomada se oriente pelas conseqüências humanas globais, cumulativas, de longo prazo, indiretas e de longo alcance.
d. Impedir a poluição de qualquer parte do meio ambiente e não permitir o aumento de substâncias radioativas, tóxicas ou outras substâncias perigosas.
e. Evitar que atividades militares causem dano ao meio ambiente.

Inspirados no sexto postulado da Carta da Terra sugerimos algumas atitudes:

Ações em você
• Pense e planeje sua ação quando for interferir na natureza e meça as consequências de seus impactos, cuidando de todo processo, e contribua para a redução da sua pegada no planeta o máximo que puder, num gesto de amor e integração com a natureza.
Ações em sua casa
• Reflita com a sua família sobre os eventuais danos que esta vem causando à natureza e procure corrigir, peça ajuda a quem conhece sobre essa relação profunda de harmonia com a natureza.
Ações em seu quarteirão ou condomínio
• Converse com a vizinhança sobre como evitar danos na natureza do entorno, e caso ela esteja danificada procure restaurar.
• Faça um movimento com a vizinhança para evitar a poluição de todo tipo, que danifica a natureza, e, se alguém estiver depredando-a, denuncie ao órgão ambiental de forma anônima para preservar sua relação interpessoal com os vizinhos.
Ações em seu bairro
• Reúna as lideranças de seu bairro e organize um evento para refletir sobre como desenvolver um plano de preservação e proteção da natureza do bairro e, caso haja intervenções que gerem seu desequilíbrio, encontrem caminhos através do órgão ambiental para sua preservação, restauração ou transformação de baixo impacto.

A escolha é nossa: formar uma aliança global para cuidar da Terra e uns dos outros, ou arriscar a nossa destruição e da diversidade da vida

Redação do Viva Sustentável