williamWilliam Silva Do Carmo, Presidente do Grêmio Estudantil e estudante do 9º. ano do Ensino Fundamental do Colégio Estadual Teotônio Vilela

 CP: Como manter o gosto pelo estudo no mundo atual?

Wiliam – ESTUDANTE: Um pouco difícil de dizer, mas quem tem mente vai longe, e para ser qualquer coisa na vida tem que estudar.

CP: O que dificulta o aprendizado?

Wiliam – ESTUDANTE: Toda minha dúvida eu vou sempre perguntar ao professor porque ele pode me ajudar. Com a ajuda do professor, as dificuldades são superadas.

CP: Que dicas você daria para os educadores, para a melhoria da aprendizagem?

Wiliam – ESTUDANTE: Que eles continuem o jeito deles e que façam as aulas mais dinâmicas, para que o assunto seja mais fácil para nós, alunos. Que o livro didático seja um complemento para aprendermos o conteúdo.

CP: De que forma o jovem pode contribuir para a preservação do planeta?

im2Wiliam – ESTUDANTE: Ajudando sempre os pais com a preservação da água e dos animais.

CP: Como os jovens podem ser protagonistas da Cultura de Paz?

Wiliam – ESTUDANTE: Antes de tudo, é importante dizer que começa em casa os pais darem educação a seus filhos, e assim, estes começam a rejeitar a violência desde pequenos. Assim, eles vão crescer e dar exemplo de cultura de paz. 

im3CP: Como erradicar a violência intra-escolar?

Wiliam – ESTUDANTE: Todos que brigam deveriam fazer trabalho comunitário no colégio, da limpeza da sala até lavar o banheiro. Assim, eles veriam: para que brigar no colégio se vai ter que limpar os banheiros? Agora, vamos ver se os pais iriam aceitar.

CP: Como as famílias podem colaborar no processo educativo de crianças e jovens?

Wiliam – ESTUDANTE: Os pais poderiam sentar com os professores e com a diretoria e perguntar: como eu posso ajudar o meu filho aqui no colégio e em casa?

CP: Que mensagem você daria para os jovens de nossa cidade, para que estes sejam os agentes de uma educação pacífica e sustentável?

Wiliam – ESTUDANTE: Que todos possam ter consciência do que fazer e que possam mostrar a educação que os pais dão em casa, que deve ser vivida também no colégio.