A II Conferencia Municipal de Educação teve sequência nessas terça e quarta –feira, 21 e 22/07, na Fundação Senhor dos Passos. A Conferência teve início em 13 de julho, quando foram apresentados e votados os temas a serem debatidos durante o evento.

Abertura da Conferência na Fundação Senhor dos Passos

Abertura da Conferência na Fundação Senhor dos Passos

São 14 os eixos em aprofundamento desde a abertura: Educação Infantil; Educação Especial; Formação de Professores e Valorização do Magistério; Educação para Jovens e Adultos; Ensino Fundamental; Ensino Médio; Educação Profissional e Tecnológica; Financiamento e Gestão; Educação Ambiental; Educação para Relações Etnicorraciais; Educação a Distância e Tecnologias Educacionais; Educação Superior; Educação do Campo e Gênero.

Na semana anterior, as salas temáticas discutiram e deliberaram estratégias e meta geral. Consuelo Penelu e Paullo Santos, do Colégio Estadual Teotônio Vilela e Ecobairro, estiveram presentes na Sala Temática Educação Ambiental, cujo nome foi ampliado, por sugestão de ambos, para Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis.

conf 3

Na quarta-feira passada, 15 de julho, a plenária reuniu-se no Auditório Central da UEFS para discutir e votar nas metas e estratégias deliberadas pelas Salas Temáticas. Não havendo conclusão dos trabalhos, mais uma vez a plenária se reuniu esta semana na Fundação Senhor dos Passos, para dar continuidade aos trabalhos. Foram discutidas as estratégias para o Ensino Fundamental.

conf uefs

Conversamos com o professor Valdemiro Lopes Marinho, Professor da UNEB e Coordenador da Sala Temática Educação Ambiental para Sociedade Sustentáveis, e perguntamos como ele vê a ampliação do tema para Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis e a inserção dessa temática nos vários níveis da Educação. O professor Valdemiro disse que vê “como mais completo e abrangente, incluindo todos os segmentos da sociedade no desenvolvimento de suas ações, atitudes e habilidades, suprindo suas necessidades de produção, consumo e crescimento sem comprometer as futuras gerações”. E que “A inserção já existe, mais é lenta e gradativa ou seja passo a passo como uma nascente. E por se tratar de um tema transversal, mexe nos brios, melindres e há muitas resistências nas pessoas para a mudança. Tudo isso reforça sobre a ausência de curso de formação inicial e continuada nos sistemas de ensino.”

Sala Temática Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis, com a coordenação do Professor Valdemiro Lopes Marinho

Sala Temática Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis, com a coordenação do Professor Valdemiro Lopes Marinho

A Conferência continua de forma infatigável, envolvendo a todos nas aprovações de cada item das salas temáticas, um exemplo de democracia. Ninguém poderá reclamar que as propostas foram aprovadas sem a opinião de todos, só aqueles que faltarem à Conferência. Aguardemos a conclusão, e enquanto isso o Viva Sustentável acompanha, pois a EDUCAÇÃO é a base para a mudança de cultura. A hora é esta!

Por Redação do Viva Sustentável