Uefs comemora os 100 anos do prédio

do Museu Regional de Artes

A Universidade Estadual de Feira de Santana, através do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), expõe, a partir desta quinta-feira (17), até 17 de maio, trabalhos da artista plástica Maria Nazaré Santos. A exposição intitulada “Sou Baiana Sim Senhor… E Mulher” marca o início das comemorações dos 100 anos de construção do prédio principal do Centro Universitário de Cultura e Arte.

Maria Nazaré Santos é baiana, economista, engenheira e empresária. Os trabalhos desta artista apresentam elementos como paisagens soteropolitanas, símbolos e costumes. O coquetel de abertura da exposição será nesta quinta-feira (17), às 20h.

O espaço, localizado na rua Conselheiro Franco, 66, Centro de Feira de Santana, fica aberto à visitação de segunda a sexta-feira de 8 às 12h e de 14 às 18h. A entrada é gratuita.

Outros eventos serão realizados no Cuca, em 2016, como parte das comemorações dos 100 anos do prédio, além dos 49 anos de implantação do Museu Regional de Arte (MRA) e dos 40 anos da Uefs.

Escola Normal

A construção do prédio foi concluída em 1916. O local abrigou inicialmente uma escola fundamental e depois, já em 1927, a Escola Normal de Feira de Santana. Em 1995, sob a responsabilidade da Uefs, o prédio foi adaptado e passou a abrigar o MRA, como parte integrante do Cuca.

Em abril de 2015, o prédio foi entregue pela Uefs à comunidade completamente restaurado, após quase dois anos de serviços. A intervenção foi considerada a maior e mais completa desde a construção. A estrutura física foi restaurada e, também, o imponente acervo, que passou por um meticuloso processo de limpeza e conservação, realizado pelo Studio Argolo Antiguidades e Restaurações, de Salvador, sob o comando do renomado restaurador José Dirson Argolo.

Primeira instituição museológica do município, o Museu Regional de Arte foi fundado em 26 de março de 1967, pelo embaixador Assis Chateaubriand, magnata das comunicações no Brasil, que idealizou a Campanha Nacional dos Museus Regionais, com o objetivo de dotar as diferentes regiões do Brasil com expressivos acervos de arte. O Museu Regional de Arte de Feira de Santana tem hoje uma das mais importantes coleções do país, com obras assinadas por Di Cavalcanti e Vicente do Rego Monteiro, precursores do Movimento Modernista Brasileiro.

A Coleção Inglesa é composta por 30 telas confeccionadas a óleo nas décadas de 50 e 60, por consagrados artistas modernos ingleses, como Antony Donaldson, Brett Whiteley, David Leverret, David Oxtoby, Derek Hirst, Joe Tilson, Derek Snow e John Kiki, assim como a Coleção de Coleção de Arte Naïf e a Coleção Nipo-Brasileira. As obras têm relevância no cenário das artes plásticas mundial.

 Feira de Santana, 14 de março de 2015

           Conheça mais sobre a história do Museu Regional de Arte nos sites:

 http://www.uefs.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=36# e
http://www.cuca.uefs.br/?page_id=901.

Fonte: UEFS