O Parque Linear Lopes Rodrigues está sendo construído nas imediações do conjunto Luís Eduardo Magalhães e contemplará um canal sobre o Rio Subaé com a extensão de 1.010 metros e 3 metros de largura, além de uma pista de ciclismo. O custo da obra, que teve início em 1º. de julho, está orçado em R$ 2,5 milhões, provenientes do Fundo Municipal de Meio Ambiente e dos cofres municipais. O Parque será inteiramente arborizado com vegetação nativa.

Os Parques Lineares são obras estruturadas para soluções ambientais sustentáveis em áreas urbanas, sendo projetados para atender às necessidades socioambientais dos lugares em que são implantados. Por isso, cada Parque tem suas especificidades, buscando conciliar tanto os aspectos urbanos e ambientais como as exigências da legislação e a realidade local. Eles são projetados em áreas lineares destinadas à conservação e à preservação dos recursos naturais, agregando ainda funções de uso humano, como atividades de lazer, esporte, cultura e rotas alternativas de locomoção.

Em Feira de Santana, para os encaminhamentos do projeto do Parque Linear Lopes Rodrigues, a comunidade foi ouvida em audiência pública, presidida pelo secretário municipal de Meio Ambiente, Roberto Tourinho, no dia 23 de março, na Igreja Cristo Redentor, quando foram apresentadas pelo público presente as sugestões de construção de ciclovia e revitalização de um afluente do rio Subaé.

O projeto, a ser executado em três etapas, prevê a infraestrutura do canal; pavimentação a paralelepípedo de 11 mil metros quadrados da rua lateral; colocação de grama; iluminação pública com 52 postes e arborização com espécies de médio e grande porte. A área terá ainda parques infantis, quiosques, bancos e mesas construídos em eucalipto.

Redação Viva Sustentável

Com informações: SECOM-PMFS