Você já levou um susto ao abrir uma conta de luz? Considere este como o primeiro sinal de que você precisa entender mais sobre consumo de energia.

Entender como estamos gastando nossa energia é um passo crucial para começar a gastar menos. A energia elétrica é algo que está constantemente presente em nosso cotidiano, e necessitamos dela para realizar inúmeras atividades.

A grande preocupação em relação ao consumo de energia é com a conta no final do mês, e às vezes nem o alto custo cobrado faz com que as pessoas passem a economizá-la. Parece que as contas acabam sempre mais altas, as tarifas mais caras e o meio ambiente cada vez mais prejudicado.

Já que ninguém quer lidar com aquele aperto no bolso depois de pagar as contas, aqui vem a boa notícia: atentando-se a alguns detalhes você economiza reais preciosos e ainda pode ficar com a consciência mais leve.

Não é preciso nenhum grande esforço para mudar um pouco as coisas na sua casa. Fique atento ao que faz você gastar menos ou mais. Materiais desgastados, por exemplo, podem consumir mais energia, assim como lâmpadas incandescentes, e outros itens.

A melhor maneira de consumir de modo inteligente é se mantendo informado. Um detalhe que pode parecer pequeno, por vezes acaba se tornando uma dor de cabeça no fim do mês. Confira o infográfico a seguir:

Agora que você já tem bastante informação, é hora de organizar ações práticas. Existem 4 maneiras para mudar sua casa e começar a gastar com consciência:

Hábitos Inteligentes:
Troque as lâmpadas incandescentes por fluorescentes.
Quando utilizar o ar condicionado, verifique se não há portas ou janelas abertas.
Desligue da tomada aparelhos como computador, televisão, dvd e rádio, quando não estiver usando.
Ao comprar eletrodomésticos, opte pelos que têm selo procel A, que consomem energia de forma mais eficiente.
Evite abrir a geladeira sem necessidade e verifique se não há falhas na vedação da porta.
Sempre que puder, evite banho quente. Um banho morno consome praticamente a metade da energia.

Equipamentos Eficientes:
Na hora de comprar, verifique se o equipamento tem o selo de eficiência INMETRO/PROCEL. Todo aparelho recebe uma etiqueta de acordo com a sua eficiência energética: são cinco barras coloridas que vão da letra A até o E, do verde ao vermelho. É este selo que certifica que o aparelho consome menos energia.

Projetos Inteligentes:
Ao reformar ou projetar sua casa, utilize algumas soluções criativas que podem ajudar na redução do seu consumo de energia. Projete os ambientes utilizando o máximo de luz natural, paredes pintadas com cores claras e com melhor isolamento térmico, ventilação adequada, circuitos elétricos bem dimensionados e a forma de aquecimento de água mais adequada à sua necessidade.
É indispensável fazer um projeto elétrico voltado para o consumo consciente e também para a segurança da construção, minimizando assim os riscos de incêndio. E não se esqueça: contrate um eletricista experiente, pois assim você se assegura de que os procedimentos e instalações serão feitos da maneira correta.
Mantenha controle:
É fácil manter o controle sobre o consumo de energia elétrica na sua casa. A Copel, e outras empresas disponibilizam simuladores de consumo, para ajudar os clientes com o planejamento dos gastos com energia nas residências. Nele, você pode calcular o quanto gasta cada aparelho elétrico, nos diferentes cômodos da sua casa.

http://www.copel.com/hpcopel/simulador/index.htm