Você já riu hoje? Ainda não? Então, é bom se apressar. Estudos confirmam: os médicos têm razão quando dizem que “rir é o melhor remédio”. Ou, então, quem ri muito vive mais. Será, então, que o bom humor realmente faz bem à saúde?

SER BEM-HUMORADO não significa rir do outro, mas ter a capacidade de rir com o outro, com a vida e, principalmente, consigo mesmo. Pessoas genuinamente bem-humoradas têm mais facilidade para lidar com os desafios que a vida lhes oferece. Por essa razão, elas adoecem menos e são mais otimistas.

RIR REDUZ o risco de doenças cardiovasculares, alivia a tensão muscular, reforça o sistema imunológico e aumenta a tolerância à dor. Quem garante é o psicólogo britânico Robin Dunbar, da Universidade de Oxford, na Inglaterra. Ele afirma que tudo na vida é uma questão de hábito. Assim como manter uma dieta saudável ou praticar atividades físicas, aprender a ver o lado bom das coisas é um hábito saudável que pode ser adquirido, com alguma prática e bastante perseverança.

O SORRISO é a expressão mais impactante do ser humano. É semelhante ao sol que espanta as névoas da noite. O sorriso é o melhor cartão de visita. Mesmo quando a vida se apresenta complicada, sorria. O coração é teu, pode chorar, mas o rosto é dos outros, você deve sorrir. Não sorrir é restringir a grandiosidade da existência, roubar a espontaneidade, espantar a felicidade. Ninguém nasceu para viver triste. Evidente que nem todos os momentos são confortáveis, mesmo assim, é possível continuar sorrindo.

SÃO FRANCISCO, apesar das provações da vida, foi o santo da alegria. É que ele via a Deus no horizonte de tudo. Chegou a afirmar: um santo triste é um triste santo. Não há possibilidade de um santo triste. O cristão não se detém na tristeza da Sexta Feira Santa, mas na alegria da Ressurreição de Jesus. “Aquele que crer não deve viver com cara de quaresma”. (Papa Francisco). Infelizmente, até em ambientes cristãos, encontramos mais profetas da amargura do que apóstolos da alegria.

CADA UM DE NÓS projeta luz ou sombras no ambiente. Cada um de nós é uma manhã ensolarada ou um dia cheio de nuvens. Carregamos o bom ou o mau tempo dentro de nós. A pessoa para franzir a testa utiliza 43 músculos e para sorrir, apenas 17. Já que é mais fácil sorrir do que franzir a testa, não perca tempo, sorria. O riso é uma terapia. “Rir é o melhor remédio”. São Paulo recomenda: alegrai-vos sempre no Senhor. Repito: alegrai-vos. ( Fl 4,4)

+ Itamar Vian
Arcebispo Emérito
di.vianfs@ig.com.br