Dia 15 de abril é o Dia Municipal de Preservação e Proteção do Patrimônio Natural e Cultural na cidade de Feira de Santana, conforme a Lei nº3537/2015, conheça a Lei na íntegra, clique no link>>> Lei-ordinaria-3537-2015-Feira-de-santana-BA.BadeiradaPazeCultura

O Programa Nosso Feira VI Sustentável propiciou uma roda de conversa sobre a Lei Municipal e sua origem internacional, presenteando a Unidade de Saúde da Família – USF – Roque de Carvalho no bairro Feira VI, com uma Bandeira Internacional da Paz e Cultura.

A Bandeira Internacional da Paz e Cultura faz parte do Tratado de União Cultural, conhecido como Pacto Roerich, gerando inicialmente a união de 21 países das Américas em 15 de abril de 1935 nos EUA, incluído o Brasil. Essa Bandeira é fruto de um estudo histórico do artista, pacifista, educador e arqueólogo Nicholas Roerich (1874-1947). O símbolo da bandeira conforme os estudos tem vários significados, e as mais universais são: as três esferas centrais representam a união das ciências, artes e religiões envoltas pelo círculo da cultura ou as conquistas do passado, do presente e do futuro unidas pelo círculo na eternidade. Foi a forma de unir a paz com a cultura. O mote desse Pacto é: “Onde há Paz, há Cultura; onde há Cultura, há Paz!”

Esse Pacto foi traduzido em Feira de Santana pela Lei 3537/2015 que institui o Dia Municipal de Proteção do Patrimônio Natural e Cultural e inclui outras providências, uma delas é o uso dessa bandeira nos locais que devem ser protegidos e preservados.

A USF Roque de Carvalho faz parte do Programa Nosso Feira VI Sustentável, e toda equipe tem pensado e atuado de como contribuir para a comunidade se tornar sustentável e pacífica a partir das ações de saúde.
A entrega da Bandeira Internacional da Paz e Cultura a USF Roque de Carvalho é muito significativa: naquele local funcionava um lixão e o saudoso Sr. Roque de Carvalho ativista do bairro, desativou o lixão, viabilizou com a Prefeitura junto com a comunidade a implantação da USF, de uma Escola Municipal, campo de futebol e plantio de árvores frondosas. Além disso, nessa época de pandemia da covid-19 precisamos PAZ na saúde planetária, com a vacinação e erradicação dessa doença que está trazendo muitas mortes e sofrimento para o mundo, portanto que neste ato atraíamos todas as forças da paz e da cura para que TENHAMOS SAÚDE EM TODAS AS FAMÍLIAS NOS QUATRO CANTOS DO MUNDO!

Sobre o Programa Nosso Feira VI Sustentável
O Programa Nosso Feira VI Sustentável é uma iniciativa da Comunidade de Aprendizagem Ubuntu, a UEFS – Universidade Estadual de Feira de Santana e o Instituto Ecobairro Brasil, visando tornar o Feira VI sustentável e pacífico a partir da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, que contem 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS – e 169 metas a serem implantadas até 2030. A Agenda 2030 foi aprovada em 2015 por 193 países incluído o Brasil. No ODS 11 que trata de Cidades e Comunidades Sustentáveis é pedido em uma de suas metas a importância e salvaguardar o Patrimônio Cultural e no ODS 4 sobre Educação de Qualidade em uma das metas solicita a importância cultura no desenvolvimento sustentável. O desenvolvimento sustentável é a harmonia entre as necessidades sociais, ambientais e econômicas, através da cultura de paz levando em conta as futuras gerações. Por isso apoiar essa Lei Municipal que institui o Dia Municipal de Preservação e Proteção do Patrimônio Natural e Cultural faz cumprir várias metas da Agenda 2030.

Por: Redação do Viva Sustentável