Á Área de Saúde da UEFS – Universidade Estadual de Feira de Santana, promoveu nessa terça-feira, 03/09, a Roda de Conversa: Cultura de Paz e Não-violência por Nossa Feira de Santana Sustentável, em apoio a Lei Municipal 3884 que institui o Setembro Colorido da Paz!
Um encontro qualitativo com estudantes da área de saúde, coordenado pela docente Dra. Edna Maria de Araújo, Paullo Santos do Ecobairro Brasil, Valter Vinicius Ramos de Andrade da ONG Ubuntu e o Frei Cal do Gabinete do Vereador Roberto Tourinho – autor da Lei, todos membros da Comissão Organizadora do Setembro Colorido da Paz, propiciaram uma Roda de Conversa com os discentes, com a participação do Prof. Adroaldo Santos, permitindo o aprofundamento desse tema e de continuarmos a tratar dessa doença chamada violência, e para tanto requer pesquisa.

Núcleo Multidisciplinar de Cultura de Paz
A Lei do Setembro Colorido da Paz no artigo terceiro na letra (c) apresenta:
“Desenvolver pesquisas sobre a causa da violência, avaliar e fortalecer no âmbito
municipal o cumprimento da meta 16 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável –
Agenda 2030 – Nações Unidas, ratificada pelo Brasil. Promovendo paz, justiça em
sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável proporcionando o
acesso à justiça para todos e apoiando instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em
todos os níveis.”


Além disso no item 10 do artigo quarto, propõe:
“Tornar público o mapa da violência anual do Município de Feira de Santana, para que a
sociedade e as instituições competentes, num espírito de cooperação, possam criar planos
de erradicação da violência com monitoramento mensal dos dados.”

Inspirou a este grupo de participantes a criar um Núcleo Multidisciplinar de Cultura de Paz, de tal forma que possamos compreender melhor a cultura de paz para erradicar a violência. Enquanto a USP tem o Núcleo de Estudos da Violência, nós faremos os nossos estudos em cultura de paz, e nesse intercâmbio inevitável podemos dar uma boa contribuição na erradicação da violência.
Em breve haverá uma reunião com os principais atores para darmos início a formatação desse Núcleo de pesquisa.
Um avanço significativo dessa Roda de Conversa qualitativa, que permitiu já no I Setembro Colorido da Paz o nascimento de uma iniciativa como essa.

Parabéns às instituições organizadoras, a democracia se faz com Leis sendo cumpridas num espirito de cooperação mútua, afinal promover a cultura de paz é um dever de todos e todas.

Por: Redação do Viva Sustentável